Institucional - História da Câmara

     

- Um pouco de História -

 

 

 

 

     

          Insatisfeitos com a infra-estrutura que o município de Caratinga oferecia ao distrito santarritense, seus moradores liderados pelos senhores Albino Batista da Cruz, Amédis Germano dos Santos, Auta Thomás Cardoso, Ilton Rosa de Freitas, Joaquim Batista Rodrigues, João Batista Guimarães, João Corrêa de Faria, José Isidoro Filho, Marco Aurélio de Matos, Nirto Pires do Amorim, Osmany Lanito da Silva, Pedro Rodrigues Valente e Ronaldo Dutra de Faria, os santa-ritenses conseguiram junto ao governo do estado a emancipação pela lei complementar estadual nº. 10.704, no dia 27 de abril de 1992..

          O município, que passou a se chamar Santa Rita de Minas, teve como primeiro dirigente intendente, o sociólogo Amédis Germano dos Santos designado pelo governo do estado em 1º de agosto de 1992. Em 03 de outubro de 1992 foi realizada a primeira eleição municipal. Nela foram eleitos os executivos Ilton Rosa de Freitas e José Isidoro Filho, prefeito e vice-prefeito respectivamente. Após a emancipação, a população do município viu a qualidade de vida melhorar com obras de infra-estrutura, melhorias na educação e na saúde, além do desenvolvimento de todos os demais setores da sociedade..

          Muito se fez ao longo de mais de cem anos de formação do povoado, no entanto os moradores de Santa Rita de Minas acreditam que a porção onde vivem dispõe de grande potencial e que por isso vislumbram o desenvolvimento. Hoje em dia, os santaritenses mantêm o mesmo objetivo dos representantes que garantiram a emancipação do município, de estarem sempre à frente: garantir o desenvolvimento municipal e a perpetuação das tradições regionais, como principal meio de defesa do patrimônio histórico, cultural, ambiental e conseqüentemente educacional, que são as principais fontes de valorização e progresso de um povo.